Afinal, existe uma regra ou passo a passo para uma relação dar certo?

Se essa pergunta tivesse uma resposta seria o ingrediente secreto da terapia de casal e com isso eu estaria hoje atendendo nas ilhas Maldivas.


Para haver casal é preciso duas pessoas, ou 3, os relacionamentos hoje são variados, mas penso que estás entendendo o que falo e independente de 1, 2 e 3 ou mais o importante é fazer sentido para quem vive esse relacionamento.


Um casal então é formado por individualidades, sonhos, gostos, desejos, objetivos e por ai vai, e ao se comprometer a um namoro entendemos que esse casal começa a compartilhar a individualidade para construção do “nós”, não aquele nós onde um se funde ao outro, isso é impossível! Mas, um nós compartilhado, onde tudo bem às vezes ficar só, ou ir na padaria tomar aquele café consigo mesmo(a), um nós de trocas e compartilhamentos e não existe uma fórmula mágica para isso, o casal deverá por si mesmo entrar nesse acordo.


Tá, se é só entrar em acordo porque que Segundo o (IBGE), o número de divórcios no País cresceu 75% em cinco anos e no meio do ano passado, o total de divórcios saltou para 7,4 mil apenas em julho, um aumento de 260% em cima da média de meses anteriores?


Já parou para perceber que uma criança de 3, 4, 5 quando participa de uma aniversário que não é o dela, naturalmente se sente a dona da festa? Se deixa a criança soprar até a vela do aniversariante. E tem algumas que dizem: É meu aniversário.


Existem crianças que crescem e esquecem que nem tudo é para si, não curam seus traumas, suas dores e projetam em suas relações o amor que não teve, o cuidado que faltou, o ideal da Disney onde toda princesa encontra seu príncipe e todo príncipe encontra sua princesa e viveram felizes para sempre e que até hoje não sabemos como foi o felizes para sempre.

E é aí que a giripoca pia!


Nem Vinicius de Morais disfarçou quando intitulou a canção: Eu Não Existo Sem Você


Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim

Que nada nesse mundo levará você de mim

Eu sei e você sabe que a distância não existe

Que todo grande amor só é bem grande se for triste

Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer

Pois todos os caminhos me encaminham prá você

Assim como o oceano só é belo com o luar

Assim como a canção só tem razão se se cantar

Assim como uma nuvem só acontece se chover

Assim como o poeta só é grande se sofrer

Assim como viver sem ter amor não é viver

Não há você sem mim, eu não existo sem você


Não cai nessa você vive sem alguém sim, o que te prende a essa ideia são seus próprios Ais, seus monstros enjaulados, afinal, isso não é sobre o parceira ou parceiro, é sobre você.


Uma relação saudável só se é saudável quando compartilhada, quando a individualidade do outro é respeitada, quando há confiança, respeito, parceria e sobretudo: Amor.


Se você não está conseguindo dar conta da relação, se a insegurança, medo, ciúme excessivo, falta de respeito está sendo maior que os bons momentos, então busque ajuda, a terapia de casal é sua melhor aliada. Nem por um momento coloque sua vida na dependência do outro, não terceirize sua responsabilidade de ser feliz, o outro não lhe dará felicidade e sim compartilhar a dela ou dele com a sua.


Não podemos dar o que não temos, busque curar tuas dores, tuas faltas, teus traumas e seu modo de ser, primeiramente seja sua felicidade, e viva uma relação de trocas, de compartilhar e de respeito com a vida do outro.


Penso que não estamos aqui para ser peso na vida de alguém e sim para a leveza de um sorriso, a fortaleza de um abraço.


E você tá sendo o que na vida da sua parceira do seu parceiro?


Se relacionar é assim, um contato com a sombra e quando há consciência de buscar ajuda e ser o melhor para si e para o outro, se torna um cutucar para a transformação, para o despertar do melhor que a em si para o “Nós”.


Fico feliz que Vinício de Morais não irá escutar este Podcast, porque a minha versão da música dele é:

Eu sei e você sabe, e isso se chama consciência

E que somos responsáveis em se afastar tanto assim

Eu sei e você sabe que existe solução

Que todo grande amor só é bem grande se saudável

Por isso, meu amor, não aceito sofrer

Pois temos a escolha e cabe a nós o que fazer


Então, a escolha é sua, pois só você sabe a resposta para buscar a ajuda que precisa para você, não para ser alguém para o outro, mas para ser a si mesmo(a).


O ser para o outro deverá ser uma consequência e o ser para si tem que ser uma prioridade.


Texto: Psicóloga Aline Vicente CRP 12/20020


#terapiadecasal #psicologaalinevicente #psicologiaanalitica #carljung #terapiadecasaljunguiana #terapiadecasalonline

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo